AçõesF5 DinheiroInvestimentosNegóciosTrending

Bolsas de NY encerram melhor semana desde agosto

Os índices acionários de Nova York fecharam mais uma vez em alta e anotaram sua melhor semana desde agosto, com o Dow Jones e o S&P 500 renovando recordes pela terceira sessão consecutiva, nesta sexta-feira (17).

O Dow Jones fechou em alta de 0,17%, aos 29.348,10 pontos, enquanto o S&P 500 subiu 0,39%, a 3.329,62 pontos, e o Nasdaq avançou 0,34%, a 9.388,94 pontos. O fechamento de hoje representa o sexto recorde do S&P 500 e do Nasdaq em 2020 e o quinto do Dow Jones.

Na semana, o Dow Jones acumulou ganhos de 1,82%, o S&P 500 avançou 1,97% e o Nasdaq, 2,29%. No ano, tanto o Dow Jones quanto o S&P 500 acumulam ganhos de cerca de 3%, enquanto o Nasdaq sobe mais de 4,5%.

Os índices foram impulsionados desde o início da sessão pelos dados do Escritório Nacional de Estatísticas da China que indicaram uma alta de 6,9% na produção industrial chinesa em dezembro, na base anual. O dado superou a expectativa dos economistas consultados pelo “Wall Street Journal”, de desaceleração de 5,9%, e ajuda a afastar temores sobre a disputa comercial com os Estados Unidos afetando o crescimento econômico do país. O PIB chinês cresceu 6,0% no quarto trimestre de 2019, em linha com a expectativa.

Durante a tarde desta sexta, as ações receberam mais um impulso ainda do dado de nova construções, que dispararam e subiram 16,9% na margem em dezembro. O dado surpreendeu, ficando muito acima da expectativa de alta de 0,4%.

Nove dos 11 setores do S&P 500 fecharam em alta, com destaque para as ações de serviços de informação (+0,90%), utilidades públicas (+0,76%) e tecnologia (+0,71%). O setor de energia foi o único a fechar em terreno negativo, recuando 0,66%, enquanto o industrial fechou estável.

A divulgação de balanços fez uma pausa hoje, num dia sem resultados de grandes empresas, mas os investidores ainda demonstram certo otimismo em relação ao início da temporada. Ontem, o Morgan Stanley reportou uma alta de 46% nos lucros, na base anual, para US$ 2,2 bilhões, ou US$ 1,30 por ação. O dado superou a expectativa de consenso, que, de acordo com a FactSet, era de lucros de US$ 1,02 por ação. A ação do banco fechou em alta de 1,90%, nesta sexta.

Fonte

Posts relacionados
F5 Dinheiro

STF abre hoje Ano Judiciário

F5 Dinheiro

Arábia Saudita anuncia criação de cidade ecológica sem carros

F5 Dinheiro

Pix: novo sistema de pagamento instantâneo entra em funcionamento

F5 Dinheiro

Governo indicará gestores para empresas investigadas por narcotráfico

Assine nossa Newsletter e
mantenha-se informado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...