Brasil

Fintech global NovaDAX chega ao Brasil

A exchange de criptomoedas ultrapassou 50 mil usuários em 7 meses de operação e quer crescer na América Latina

Integrante do Abakus Group, companhia chinesa de soluções financeiras com mais de 130 milhões de usuários no mundo, a NovaDAX inicia suas operações no mercado brasileiro e com uma carteira de mais de 50 mil usuários nos primeiros sete meses, acompanhando seu ritmo global em aquisição de clientes. A fintech, que já possui solidez financeira e tem times no Vale do Silício, Suíça, Cingapura, Indonésia e China, escolheu a cidade de São Paulo para sua estreia na América Latina e planeja ampliar sua presença no mercado de criptomoedas que vale US$ 139,7 bilhões de acordo com dados da CoinMarketCap.

A NovaDAX trabalha com a compra e venda de ativos digitais de sete moedas, Bitcoin, Ethereum, Ripple, Stellar, Bittorrent, Tron, Tether e EOS. O vice presidente de Business Development da NovaDAX , Mario Isaac, explica que a primeira iniciativa da fintech no Brasil foi se aproximar da comunidade local de criptomoedas e blockchain no intuito de coletar feedbacks dos usuários e fazer ajustes na plataforma antes de escalar a operação. “Queremos promover um ambiente seguro para as negociações, pois os usuários estão cada vez mais conscientes sobre os investimentos realizados, em parte devido à volatilidade das moedas e das prováveis regulamentações que estão por vir no Brasil”, explica Isaac.

Nas últimas semanas houve movimentação intensa na cotação das criptomoedas, o setor é promissor e atrai um número cada vez maior de investidores. “O bitcoin já completou dez anos, mas ainda virão muitas mudanças que vão ajudar a estabilizar o mercado, acreditamos que este é um bom momento para quem está pensando a longo prazo”, completa Isaac. O executivo também pontua que investir em criptomoedas traz maior liberdade na busca por retornos altos sem precisar fazer grandes desembolsos.

A fintech, que já passou pela Rodada D de investimentos, a mais avançada em nível internacional, planeja ampliar sua operação em 2019 com o lançamento de novos produtos para o mercado de moedas digitais. O objetivo a médio e longo prazo, segundo o vice presidente, é ir além das criptomoedas, consolidando-se como um player completo para criar um ecossistema de valor com diversas soluções de ativos digitais.

Tecnologia como premissa


Utilizar uma tecnologia de ponta aliada ao melhor do blockchain é uma premissa no setor para garantir a agilidade e segurança nas transações. Por fazer parte de uma holding global, a NovaDAX conta com uma estrutura robusta para sua operação digital e a inovação se mantém estratégica para a exchange. “Temos o DNA de startup e contamos com uma equipe de desenvolvedores que acompanham o mercado e consultam os clientes constantemente para aprimorar nossa plataforma. Assim, atendemos as necessidades dos usuários ao mesmo tempo que fornecemos uma experiência diferenciada”, finaliza Mario Isaac.

Sobre a NovaDAX

Criada em 2018, a NovaDAX é uma exchange global de criptomoedas do Abakus Group, companhia chinesa de serviços financeiros com mais de 130 milhões de usuários em todo o mundo. Com times globais no Vale do Silício, Suíça, Cingapura, Indonésia e China, a NovaDAX chegou ao Brasil em 2018 com escritório na cidade de São Paulo, sede da fintech na América Latina. Com a proposta de oferecer soluções de ativos digitais para otimizar e agilizar as negociações do Blockchain com ferramentas de Inteligência Artificial, Machine Learning e Big Data, a NovaDAX opera atualmente com sete moedas, Bitcoin, Ethereum, Ripple, Stellar Bittorrent, Tron, Tether e EOS, no mercado brasileiro. Com mais de 50 mil usuários em sua plataforma em apenas sete meses de operação, a NovaDAX busca seu espaço dentre os players de criptomoedas mundial e planeja ganhar alta relevância de mercado já em 2019.

Serviço

Cadastre-se gratuitamente e ao investir 100 reais em criptomoedas você ganha 10 reais de bônus. Acesse: http://bit.ly/f5novadax

Posts relacionados
Brasil

Ponte Aérea Rio-São Paulo testa reconhecimento facial em passageiros

Brasil

Conjuve lança segunda edição do programa Juventude Empreendedora

Brasil

Câmara pode votar projeto que autoriza compra de vacinas por empresas

Brasil

Fachin anula condenações de Lula na Lava Jato

Assine nossa Newsletter e
mantenha-se informado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...