F5 Dinheiro

Justiça aceita denúncia contra ex-patroa no caso do menino Miguel

A Justiça de Pernambuco aceitou denúncia apresentada pelo Ministério Público contra Sari Mariana Corte Real por abandono de incapaz no caso da morte do menino Miguel Otávio. Com a decisão, Sari passa à condição de ré em um processo criminal. O despacho foi assinado na noite de terça-feira (14). 

A decisão foi proferida pelo juiz José Renato Bizerra, da 1ª Vara de Crimes contra a Criança e o Adolescente do Recife.

Com o recebimento da denúncia, a defesa de Sari Corte Real será notificada da decisão e terá dez dias para apresentar manifestação por escrito, primeira fase do processo. Não há previsão para a sentença.

No dia 2 de junho, Miguel Otávio, de 5 anos, havia sido levado pela mãe, Mirtes Renata, para a casa onde trabalhava, porque não tinha com quem deixar a criança em função da pandemia de covid-19. A patroa, Sari Mariana, pediu a Mirtes que fosse passear com o cachorro da família. O filho ficou no apartamento.

A patroa deixou o menino entrar em um elevador, sozinho, para buscar a mãe e voltou para casa para fazer a unha com uma manicure. Ele entrou no elevador, no quinto andar, e foi até o nono, de onde caiu.

Posts relacionados
F5 Dinheiro

Entra em vigor lei do teste de paternidade em parentes de suposto pai

F5 Dinheiro

Menos de um terço dos contribuintes enviou declaração do IR

F5 Dinheiro

STF abre hoje Ano Judiciário

F5 Dinheiro

Arábia Saudita anuncia criação de cidade ecológica sem carros

Assine nossa Newsletter e
mantenha-se informado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...